Fale Conosco

29 de outubro de 2012

Abertas inscrições para I Encontro Paraibano de Qualificação em Citologia



O Governo do Estado, por meio do Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC), abriu inscrições para o I Encontro Paraibano de Qualificação em Citologia destinado a médicos e bioquímicos dos 32 laboratórios da rede SUS na Paraíba. Esses profissionais fazem exame citológico para diagnóstico do câncer de colo de útero e de mama. As inscrições podem ser feitas até o dia 12 de novembro e o evento vai acontecer no dia 21 de novembro, no período das 8 às 17 horas, no auditório da Empresa Paraibana de Turismo (PBtur),  em Tambaú, na Capital.

A diretora do Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC), Roseane Soares, explicou que o objetivo do evento, que deve contar com a participação de cerca de 80 profissionais, é oferecer a melhoria da qualidade dos exames citopatológicos cervicais oferecidos à população feminina por meio da educação continuada.

Além de profissionais da Paraíba o evento vai contar com a participação da gerente  de Detecção  Precoce  do Instituto Nacional  do Câncer,  Beatriz Kneipp, e  da médica  Letícia Kartz, de Pernambuco. “Queremos com esse evento, capacitar esses profissionais e melhorar ainda mais a interpretação  do diagnóstico em relação a esses dois tipos de câncer”, enfatizou Roseane Soares. Ela destacou que futuramente essa mesma qualificação será oferecida aos profissionais das Unidades de Saúde da Família que fazem a coleta do material para a realização dos exames.

Inscrição – Para participar do I Encontro Paraibano de Qualificação em Citologia, os interessados devem entrar em contato com Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer pelo telefone (083) 3218- 5367  para tirar dúvidas. Caso não possa comparecer ao CEDC para fazer a inscrição, o formulário será enviado por e-mail e depois de preenchido o interessado deve enviar para o endereço eletrônico: sescedcjp@gmail.com.

Câncer do colo de útero – De acordo com o Ministério da Saúde, o câncer de colo de útero é responsável por alta taxa de mortalidade entre as mulheres. É o segundo tipo que mais mata mulheres na Paraíba, ficando atrás apenas do câncer de mama. O diagnóstico precoce é fundamental para elevar a taxa de sobrevida.

O exame papanicolau é o mais indicado para o diagnóstico do câncer do colo uterino que deve ser realizado anualmente, a partir do início da vida sexual. No ano passado, 85 mulheres vieram óbito por câncer de colo de útero na Paraíba. Este ano já são 63.

Câncer de Mama – Dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES) apontam que nos últimos quatro anos (de 2009 até agora) 724 mulheres morreram vítimas de câncer de mama na Paraíba. O ano com maior número de mortes foi 2010 com 206 óbitos, seguido por 193 em 2011; 192 em 2009 e 133 este ano.  A faixa etária mais atingida é acima de 50 anos com 154 mortes em 2010 e 142 em 2011.

De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCA) a incidência para este ano no Estado para o câncer de mama é de 640 novos casos enquanto que para João Pessoa esse número é 250 casos.  No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágio avançado.