João Pessoa
Feed de Notícias

A visita às pacientes de Justiça será às segundas-feiras e aos dependentes químicos às quartas

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010 - 14:34 - Fotos: 

O Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira, vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (SES), disciplinou os horários de visitas aos pacientes de Justiça e aos usuários de substâncias psicoativas (dependentes químicos). As mudanças começam a partir da próxima segunda-feira (1º) e fazem parte do conjunto de normas e rotinas de internação. Esse documento foi elaborado pela direção do complexo e familiares dos internos e atende a uma determinação do Ministério Público do Estado.  O hospital, que tem hoje cerca de 240 internos, dispõe de 18 leitos para dependentes químicos e seis para pacientes de Justiça, do sexo feminino.

De acordo com o documento, a visita às pacientes de Justiça será às segundas-feiras e aos dependentes químicos às quartas-feiras, no horário das 14h30 a 15h30. Os usuários só começam a receber visitas depois de três dias de internação. Os outros pacientes com transtornos mentais continuarão sendo visitados todos os dias como acontecia anteriormente. Não será mais permitido entregar fumo, fósforo ou isqueiro para os pacientes levarem para as dependências internas do hospital.

Identificação – Os visitantes terão que deixar um documento de identificação na recepção do complexo, antes de entrar para a visita e não será permitida a visita fora do horário e dos dias determinados, exceto em casos excepcionais e com autorização do Serviço Social do complexo hospitalar. A partir desta segunda-feira, uma equipe formada por psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros entregará aos familiares dos pacientes uma cópia do documento com as novas normas administrativas.

A superintendente do Complexo Psiquiátrico, Clélia Lucena de Andrade Gomes, explicou que as recomendações do Ministério Público foram discutidas durante as reuniões que acontecem duas vezes por mês com os familiares dos internos e, agora, serão colocadas em prática.  Nesses encontros são tratados assuntos de ordem administrativa, visando o bom funcionamento do hospital e apresentadas ações que serão desenvolvidas pelo complexo.

“O que a gente quer é melhorar a assistência ao paciente como também disciplinar melhor o funcionamento do hospital e quem ganha com isso são, principalmente, os usuários” disse a superintendente do complexo, Clélia Lucena.

Ela lembrou que, em setembro do ano passado, o MP encaminhou um documento recomendando que fossem realizadas mudanças nos horários de visitas dos pacientes de Justiça e dos dependentes químicos, como também determinou que todas as bolsas e sacolas fossem vistoriadas antes do visitante entrar no complexo. A medida tem como objetivo evitar a entrada de produtos que possam colocar em risco a vida dos internos. Caso o visitante se recuse a atender as normas, ele não terá autorização para visitar o interno.

Da Assessoria de Imprensa da SES/PB