João Pessoa
Feed de Notícias

A União comemora 119 anos com exposição e lançamento de livro

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 - 11:34 - Fotos:  Marcos Russo/A União

O jornal A União festejou ontem nesta quinta-feira (2) a passagem do 119º aniversário de existência, com a abertura de uma exposição fotográfica, reunindo registros publicados nas páginas do noticiário impresso, do ano passado pra cá. A solenidade foi realizada na Estação Cabo Branco, em João Pessoa, onde o material continuará exposto até o próximo dia 4 de março. Ainda no evento, foi lançado o livro “Jornal de Hontem – A União e as curvas do tempo”, do escritor Fernando Moura, que apresenta um apanhado de textos e imagens que marcaram a história do A União.

A solenidade reuniu jornalistas, representantes de órgãos públicos, políticos e a sociedade em geral, sobretudo leitores fieis do jornal. No total, estão sendo expostos 18 registros dos fotógrafos que integram a equipe do jornal, além de 16 charges. O vice-governador do Estado, Rômulo Gouveia, que foi prestigiar o evento, enalteceu o importante momento que o A União está vivendo. “Acompanhamos bastante felizes um jornal centenário em franca transformação, enumerando diversas conquistas e avanços. Todos esses resultados positivos, inclusive, são reflexos de uma equipe dedicada e competente, que diariamente se esforça para levar o melhor para os leitores”, disse.

O secretário de Estado da Comunicação, Nonato Bandeira, também presente no evento, destacou que o A União, desde o início do ano passado, deu passos importantes para evoluir sua linha editorial. “É muito difícil conseguir fazer com que um jornal oficial deixe de ser um veículo do Governo para ser do Estado, de todos. O A União conseguiu isso, apresentando hoje um jornalismo plural, o que nos dá um grande orgulho”. Nonato, que na década de 90 já trabalhou como editor do A União, revelou que, enquanto secretário, ele sequer tem conhecimento do que o jornal trará como manchete no dia seguinte. “O A União é o jornal mais difícil de se fazer na Paraíba, pois tem fiscalização constante do Governo e da oposição. Mas diante disso, ele está construindo uma nova história, dando espaço a todos, prática que também ocorre na rádio Tabajara, mostrando que essa é uma política de governo”, acrescentou.

Além das mudanças editorias, A União também teve registros positivos quanto à sua esfera administrativa. O superintendente de A União, Ramalho Leite, destacou que, apesar de sempre existir uma corrente de pensamento no Estado que defende o fechamento do jornal centenário, questionando sua viabilidade financeira, a superintendência fechou 2011 com saldo positivo. “Evoluímos em qualidade e em receita, tanto no jornal quanto nos trabalhos desenvolvidos por nossa gráfica. Fechamos o ano passado com nosso financeiro sem dívidas e sem, em momento algum, ter recorrido ao Tesouro do Estado. Esse é mais um motivo para comemorarmos na passagem do aniversário de 119 anos do jornal”, disse.

Lançamento do livro – Ainda na solenidade desta quinta-feira, ocorreu o lançamento do livro “Jornal de Hontem – A União e as curvas do tempo”, do escritor Fernando Moura. A obra – resultado de um ano de pesquisas – reúne textos e imagens publicadas nas páginas do jornal ao longo de sua existência, além de alguns escritos inéditos. Segundo o autor, o livro é uma tentativa de aglutinar em uma plataforma perene como o livro, a história da sociedade paraibana, resgatando-a por meio de registros do A União.

“É uma tentativa de trazer o passado com um olhar contemporâneo, mostrando, com isso, um retrato daquilo que somos. fazer este levantamento é um desafio permanente, já que não dá para tratar 119 anos de história num único livro. Há uma frustração de termos que deixar muita coisa de fora. Mesmo assim, é um registro memorável”, revelou.