João Pessoa
Feed de Notícias

A obra da Maternidade de Cajazeiras custou R$ 76 mil

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009 - 14:37 - Fotos: 

O governador José Maranhão inaugura, às 10h30 deste sábado (5), a reforma da Maternidade Doutor Deodato Cartaxo, vinculada ao Hospital Regional Deputado José de Sousa Maciel, em Cajazeiras. Segundo a direção da unidade, a obra física custou em torno de R$ 76 mil, mas a reforma administrativa em toda a unidade trouxe um benefício incalculável para a população de 15 municípios da região, que dependem do serviço. A maternidade realiza cerca de 200 partos, por mês.

“Sobravam leitos, tanto na maternidade quanto no hospital. Os acidentados eram transferidos para Sousa ou passavam direto para João Pessoa e os doentes que ficavam aqui pediam para ter alta, porque o hospital oferecia mais risco à saúde deles. Hoje, o hospital vive lotado e somos nós que damos alta aos pacientes. Eles não pedem para ir embora. Ampliamos de 17 para 23 os leitos da maternidade, porque a demanda aumentou”, disse o diretor Antônio Fernandes Filho.

O secretário da Saúde, José Maria de França, explicou que a maternidade e o Hospital Regional de Cajazeiras estão na lista das 35 unidades de saúde do Estado que o governo elencou para realizar intervenções. “A reforma foi necessária para que pudéssemos continuar atendendo, porque do jeito que encontramos estava impossível fazer saúde. As intervenções vão continuar, porque precisamos melhorar ainda mais o serviço”, disse.

A reforma da estrutura física da Maternidade de Cajazeiras incluiu a recuperação do teto (que tinha infiltrações), das instalações hidráulicas e elétricas, a troca de portas e janelas, pintura e outros. Durante a reforma, que durou dois meses, o atendimento foi transferido para as instalações do hospital regional, que também dá subsídio à maternidade para atender gestantes de alto risco porque possui UTI.

Assessoria de Imprensa da SES-PB