João Pessoa
Feed de Notícias

A liberação acontece um dia após a audiência de Maranhão com Geddel Vieira, em Brasília

sexta-feira, 23 de outubro de 2009 - 18:24 - Fotos: 

Um dia após a audiência do governador José Maranhão com o ministro Geddel Vieira Lima, da Integração Nacional, em Brasília, já está liberada a primeira parcela dos recursos necessários para a conclusão de obras de infraestrutura no projeto de irrigação das Várzeas de Sousa, no Sertão paraibano. De um total de R$ 46 milhões, valor em que foi orçado o plano de trabalho encaminhado pelo Governo da Paraíba, o Governo Federal acaba de disponibilizar ao Tesouro do Estado mais de R$ 7 milhões.

 O secretário do Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Ciência e Tecnologia, Francisco Jácome Sarmento, informou que será concluída a rede de distribuição de água nos 5 mil hectares do projeto, além da construção do Centro Gerencial do Distrito que vai cuidar das operações durante as fases de produção de frutas e demais alimentos no perímetro irrigado.

Posse da terra – Sarmento revela que outra notícia muito importante é que os 178 pequenos irrigantes já instalados no perímetro receberão a titularidade da terra e a possibilidade de financiamento para seus kits de irrigação, efetivando a implantação dos primeiros 1.000 hectares irrigados do projeto, que tem um total de 5.000 hectares. Atualmente, alguns lotes empresariais já estão produzindo.

O perímetro irrigado Várzeas de Sousa é um projeto estruturante, cuja primeira etapa foi construída ainda no segundo governo de José Maranhão e que vai gerar cerca de 50 mil empregos diretos e indiretos na região, a partir do pleno funcionamento da irrigação, além de um faturamento anual de R$ 850 milhões, que terá um fator multiplicador extraordinário.
Sarmento destacou a vantagem de se ter um governador que cuida diretamente dos interesses do Estado é essa. “Um dia após a audiência que o governador José Maranhão teve com o ministro Geddel Vieira, o dinheiro já foi liberado e a obra será imediatamente retomada, apesar de todos os problemas que tivemos ao longo desses meses tentando resolver os problemas deixados pela gestão anterior”.

Custos – Uma das pendências era a não prestação de contas dos recursos federais desde o ano de 2007. Ele adiantou que até meados de 2010, as demais parcelas serão liberadas dentro de um cronograma pré-estabelecido, o que permitirá a execução total das obras. Até agora, foram aplicados desde 1998 no projeto das Várzeas de Sousa R$ 200 milhões. Com os R$ 46 milhões a serem investidos, será cerca de R$ 250 milhões o custo total do empreendimento.
Na quinta-feira (22), o ministro Geddel informou ao governador José Maranhão que os recursos para continuidade das obras estariam liberados dentro de alguns dias. A liberação da primeira parcela ocorreu já nesta sexta-feira (23), dia depois do governador falar com o ministro.

O Projeto Várzeas de Sousa, situado entre os municípios de Sousa e Aparecida, foi lançado pelo Governo da Paraíba em 1998, na primeira gestão de José Maranhão, com a finalidade de promover o desenvolvimento da região oeste do Estado. Uma parceria entre o Governo Federal, através do Ministério da Integração Nacional, e o Governo do Estado, está viabilizando a implantação.

Josélio Carneiro, da Secom-PB