João Pessoa
Feed de Notícias

A economia é de 83% no valor da área ocupada e de 85% pela entrada de veículo com produtos

quarta-feira, 30 de setembro de 2009 - 16:49 - Fotos: 

Centenas de pequenos comerciantes da Central de Abastecimento de João Pessoa foram beneficiados com a unificação das tarifas com base no IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) da Fundação Getúlio Vargas, dos últimos dois anos. Além de pagar uma taxa diária de R$ 1,20 pelo metro quadrado que ocupavam para vender os seus produtos, eles tinham que desembolsar R$ 46,00 por cada veículo que entrava no entreposto para descarregar as mercadorias.

O presidente da Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa), Germano Targino, eles agora vão pagar R$ 1,40 por semana pela área e por cada veículo R$ 6,60, ou seja, uma redução de 83,33% no valor da área ocupada por semana e 85,65% por cada veículo que entra.
 

“Este é um trabalho de reconhecimento dessas pessoas que antes eram tratadas como ambulantes ou flutuantes na linguagem técnica, e agora serão vistos como comerciantes fixos. Com as medidas, nossa intenção é que eles possam crescer e se tornar atacadistas no futuro para poder concorrer com os demais”, disse.
 
Um trabalho de recadastramento foi iniciado há uma semana para saber as condições de cada comerciante. Com isso, os considerados flutuantes passarão a assinar o Termo de Permissão Remunerado de Uso (TPRU), pela utilização do espaço e a partir daí vão poder fazer empréstimos e solicitar alvarás.
 
O comerciante Antônio Teixeira, que vende abacaxi há 28 anos na ex-Ceasa de João Pessoa, foi uma das pessoas beneficiadas com as medidas da atual diretoria da Empasa. Por dia, ele tinha que pagar no período da entressafra, quando o fluxo de vendas é menor, até R$ 138,00 com a entrada dos veículos; agora ele vai pagar R$ 19,80. “Agora dá para trabalhar, pois antes não havia condições. Vou vender mais barato e poder concorrer com os grandes comerciantes”, lembrou.
 
Já o vendedor de hortifruti Josinaldo Alves da Silva faz planos com a economia que terá. “Pretendo trocar o carro que ajuda nos meus negócios e aumentar a oferta dos produtos”. Ele lembrou que antes o valor das cobranças estava fora do regulamento, “mas agora melhorou demais”, pontuou. Por semana, Josinaldo chega a vender 12 mil quilos de abóbora, melancia, melão e mamão na Central de Abastecimento em João Pessoa.
 

Da Assessoria de Comunicação da Empasa, com fotos de Walter Rafael, da Secom