João Pessoa
Feed de Notícias

180 profissionais das áreas de imunição são treinados pelo Núcleo de Zoonoses do Estado

segunda-feira, 14 de setembro de 2009 - 12:55 - Fotos: 
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) encerra esta semana o ciclo de capacitações sobre raiva animal e humana, que foi iniciado no mês passado, em toda a Paraíba. Entre estas terça (15) e quarta-feira (16), deverão ser treinados cerca de 180 profissionais das áreas de Vigilância Epidemiológica, Imunização e Vigilância Ambiental/Zoonoses da 1ª macrorregional, com sede em João Pessoa.  O treinamento será realizado no Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor), anexo ao Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira, no bairro da Torre, na Capital.

O chefe do Núcleo de Zoonoses da SES, Francisco de Assis Azevedo, explicou que os treinamentos já foram realizados nas macrorregionais de  Patos, Campina Grande e Sousa, com 460 profissionais treinados. “Com essa capacitação de João Pessoa estaremos treinando todos os 640 profissionais da área de Vigilância Epidemiológica, Imunização e Vigilância Ambiental/Zoonoses que atuam nas 12 Gerências de Saúde do Estado”, explicou.

De acordo com o cronograma a ser executado na capacitação de João Pessoa, no primeiro dia serão treinados os 70 profissionais da 2ª Gerência de Saúde com sede em Guarabira; no dia 16, será a vez dos 40 técnicos da 12ª Gerência com sede em Itabaiana e, fechando a capacitação, no dia 17, o treinamento será para os 70 profissionais da 1ª Gerência de João Pessoa.

Francisco de Assis Azevedo explicou que, nas três capacitações, os profissionais de saúde atenderam a convocação da SES e compareceram em massa. Além de serem atualizados em raiva animal e humana, durante as capacitações, estão sendo discutidas as ações e as estratégias que serão adotadas durante a campanha nacional contra a raiva animal que acontecerá no dia 17 de outubro.

Na próxima campanha contra a raiva animal estará sendo usada uma nova vacina com maior poder imunogênico e ação mais duradoura e, por isso, segundo Francisco de Assis, a participação dos profissionais de saúde nessas capacitações é de grande importância. “Eles estão recebendo todas as informações técnicas sobre esse novo imunizante”, disse.

Com relação à raiva humana, nessas capacitações, Francisco de Assis disse que os profissionais estão recebendo informações de como proceder no atendimento às pessoas agredidas por animais e encaminhá-las aos serviços de saúde para receberem as devidas orientações sobre a doença.

De acordo com os dados do Núcleo de Zoonoses da SES, este ano foi registrado dois casos de raiva em animais silvestres, (raposas), nos municípios de Sossego e Frei Martinho.  A doença acomete mamíferos e pode ser transmitida aos homens, sendo, portanto, uma zoonose causada por um vírus mortal, tanto para os homens quanto para os animais.

Assessoria de Imprensa da SES-PB