João Pessoa
Feed de Notícias

14º Salão de Artesanato recebeu mais de 10 mil visitas em nove dias

sexta-feira, 17 de junho de 2011 - 11:35 - Fotos:  Ernane Gomes/Secom-PB

Mais de dez mil pessoas já visitaram a 14ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba, em Campina Grande, em apenas nove dias. O Salão, que este ano expõe mais de cinco mil peças produzidas por 3.400 artesãos de todas as regiões do Estado, é realizado pela Secretaria do Turismo e Desenvolvimento Econômico, em parceria com o Sebrae-PB.

Para os artesãos, o evento representa um incremento de 30% nas vendas, em relação ao mês de maio. A expectativa do Programa de Artesanato da Paraíba é que o movimento e as vendas tripliquem com a proximidade do São João.

Segundo a gestora do Programa, Ladjane Barbosa, o Salão de Artesanato tem sido visitado por turista de estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e estrangeiros. “A maioria dos visitantes ainda é de Campina Grande e João Pessoa. Esperamos que no São João, quando o fluxo de turistas for maior, as vendas e visitas aumentem”, destacou.

De acordo com a artesã Maria Adelaide Cavalcanti, que produz esculturas de mulheres e anjos em cerâmica, só na primeira semana expondo no Salão de Artesanato, suas vendas aumentaram quase 30%. “Já vendi duas peças para um pessoal da Suíça, outras para o Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte. O Salão está muito bonito e bem organizado. E a gente está confiante que o público vai aumentar ainda mais. Para o artesão, é esta feira é fundamental”, afirma.

O artesão Fábio Smith, também ceramista, confirma o sucesso do evento. “O salão é sempre uma coisa muito boa para o artesão, porque é uma oportunidade de mostrar o trabalho e receber opiniões sobre ele, além de comercializar os produtos”, destaca.

Homenagem – O evento é uma homenagem aos artistas populares que se dedicam ao cordel e às esculturas. O cordelista José Costa Leite e o escultor Maritônio Souza Portela, famoso por esculturas em madeira de peças religiosas, são os destaques entre os homenageados. Na mostra, peças em madeira, couro, cerâmica, renda renascença, bordados variados e artesanato têxtil (com a utilização do famoso algodão colorido paraibano), brinquedos, entre outros, de várias regiões do Estado.

Apresentação de grupos regionais, bandas de pífano e declamações de textos de cordéis acontecem durante o evento. O visitante poderá ainda, ter acesso à gastronomia local, numa praça de alimentação montada para o evento.