João Pessoa
Feed de Notícias

Em Santa Luzia: Governo participa de Expofeira e incentiva setor produtivo no Vale do Sabugi

sábado, 12 de setembro de 2015 - 10:26 - Fotos: 

Começou, nessa sexta-feira (11), a 2ª Expofeira Forró Bode, na comunidade rural Forró na Chácara, às margens da BR-230, no município de Santa Luzia. A programação movimenta o calendário de eventos do Vale do Sabugi, com a participação de milhares de pessoas no evento até este domingo (13). O Governo do Estado, por meio do Projeto Cooperar, participa dessa edição. A previsão é comercializar 400 animais, através das vendas diretas e indiretas que vão contar com a presença de instituições financeiras para o fechamento dos negócios.

Durante a Expofeira, o Cooperar expõe o potencial de projetos produtivos implantados na região polarizada por Patos, entre eles, uma vitrine com produtos da agricultura familiar, como o mel de abelha em garrafas e em sachê produzido em Princesa Isabel; confecções e bordados, oriundos da mini-indústria de confecções da Associação das Costureiras de Santa Luzia; queijos de cabra da Comunidade Barra, zona rural de Santa Luzia, e degustação de polpa de frutas da Comunidade Fechado, zona rural de Patos.

Um dos destaques do estande do Cooperar fica por conta das costureiras da associação de Santa Luzia que demonstram o ofício de bordar peças em tecidos, durante o evento. Os visitantes também podem degustar os sucos produzidos com a matéria-prima principal que é a polpa de frutas da Comunidade Fechado.

De acordo com o presidente da Associação Comunitária de Barra e presidente da Central de Associações da região, Francisco Nonato Dantas Neto, o objetivo do evento é garantir a transferência de novas tecnologias, introdução de raças melhoradas, especialmente para a produção de corte e leite, valorizando a cadeia produtiva da caprinovinocultura como forma de melhorar a condição socioeconômica das famílias que vivem da atividade.

Ele lembrou que o município de Santa Luzia tem um efetivo superior a 5 mil caprinos e cerca de 3 mil cabeças de ovinos, que reforça o potencial existente do setor produtivo na região e adjacências. “Estamos reforçando a parceria com o Governo do Estado por meio do Cooperar, pois trouxe mudanças efetivas nos últimos quatro anos, quando investiu mais de R$ 1 milhão na caprinovinocultura da nossa região”, lembrou Neto da Barra, como é conhecido.

A exposição conta com uma estrutura de 100 currais com capacidade para abrigar 1.500 animais entre caprinos e ovinos e participação de 1.800 criadores, sendo 100 expositores.

O evento é aberto ao público das 7h até 1h quando se encerra a programação cultural com cantorias e o autêntico forró pé de serra.