João Pessoa
Feed de Notícias

1º Salão Internacional do Livro da Paraíba reúne 100 toneladas de livros

segunda-feira, 22 de novembro de 2010 - 12:43 - Fotos: 
O I Salão Internacional do Livro da Paraíba prossegue até o dia 28 próximo, das 10h às 22h, na Fundação Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa e a entrada é grátis. Os paraibanos e turistas que visitam a capital paraibana têm excelentes opções de compra com clássicos da literatura brasileira a partir de R$ 3 reais. (Isto mesmo, apenas três reais).

O evento reúne 100 toneladas de livros. São 80 stands, mais de 80 mil títulos e 450 editoras expondo e realizando negócios na Praça do Povo da Funesc. A previsão de vendas ao público e negócios com livrarias é de movimentar R$ 5 milhões, de acordo com Robério Paulo Silva, um dos coordenadores do salão e presidente RPS Eventos e representante da Associação Nacional de Livrarias.

Há expositores de Portugal, Espanha, Argentina, Venezuela, México, França e Peru. O evento deve ser visitado por cerca de 250 mil pessoas até o dia 28. Arnaldo Antunes, Marina Colasanti, Pasquale Cipro Neto e Máario Prata também participam do salão. O evento conta com diversos espaços destinados ao público de todas as idades. Oficinas para adultos e crianças, palestras, workshops, atrações musicais e teatrais farão parte da programação.

O Senado Federal tem stand no Salão com importantes publicações a partir de R$ 5,00. Às 16h deste domingo haverá distribuição de obras em braille. O Serviço Social do Comércio (Sesc) está com três edições de seu projeto Parede Poética em exposição no I Salão Internacional do Livro da Paraíba. As mostras estão abertas no Mezanino 2 do Espaço Cultural, das 10h às 22h.

As ‘Paredes Poéticas’ do Sesc são as seguintes: ‘Made in PB – Celeiros de Notáveis Poetas’, produzida pelo jornalista e escritor, Astier Basílio, ‘Esboço das Emoções’, organizada pelo poeta Políbio Alves, ‘A Casa do Mundo’, da jornalista e poeta Cristina Guedes.
Na noite deste sábado (21), a atração musical no Teatro de Arena foi o pernambucano Silvério Pessoa (vencedor do Prêmio Tim de Música de Melhor Cantor Regional, em 2006). Antes Silvério participou do ‘Café com Letras’, proferindo uma palestra.

Além de cantor, Silvério também é compositor, mas se notabilizou por estudar os ritmos nordestinos e se constituir numa espécie de memorialista dos seus mestres. Um dos discos mais brilhantes da música regional nordestina da última década foi "Bate o Mancá", aclamado pela crítica, que é um tributo ao cantor Jacinto Silva, um dos mestres de Silvério e um dos maiores cantores de música nordestina ao lado de Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Elino Julião e Ary Lobo.

Silvério Pessoa integrou o grupo Cascabulho, criado como forma de manter a memória dos artistas como Jackson do Pandeiro, e tantos outros, e fez parte da cena do Mangue Beat. Com o Cascabulho banda que formou em 1994, fez turnês pelo Canadá, E.U.A. e Berlim. Participou do Free Jazz, de 03 versões do Festival Abril pro Rock e recebeu, como compositor, o Prêmio Sharp de Música em 1999, categoria Regional.

Promovido pelo Governo do Estado, Sebrae e Associação Nacional de Livrarias (ANL), o evento tem apoio cultural do Ministério da Cultura (MinC), Bibliotecas Braille & Comunitárias, Academia Paraibana de Letras (APL), Fundação Bradesco e Universidade Federal da Paraíba (UFPB). O Salão tem na Assessoria de Imprensa os jornalistas william Costa, Ricardo Anísio, Alex Lacerda e Thais Cirino.

Josélio Carneiro, com informações da Assessoria de Imprensa e fotos de Walter Rafael, da Secom-PB