João Pessoa
Feed de Notícias

‘Operação GLP’ fecha depósito clandestino de gás de cozinha no Sertão

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011 - 18:15 - Fotos: 

Uma operação conjunta entre policiais da 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil sediada em Catolé do Rocha, Delegacia de São Bento, Grupo Tático Especial de Patos, Ministério Público e o Fisco Estadual resultou no fechamento de um depósito clandestino de gás de cozinha no centro da cidade de São Bento, localizada a 385 quilômetros de João Pessoa.

De acordo com o delegado Marcus Vinícius Azevedo Damasceno, que comandou a operação, o depósito funcionava em local desapropriado e não atendia às normas de segurança estabelecidas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O proprietário do estabelecimento Talvacir Pereira de Oliveira, de 50 anos, também não tinha autorização da ANP para comercializar o produto. “Além do depósito, o acusado comercializava gás em um comércio de cereais, outra irregularidade constatada, infringindo as normas estabelecidas pela ANP”, explicou o delegado.

Ao todo, foram aprendidos 700 botijões de gás. O depósito foi interditado e o proprietário detido.  Ele foi encaminhado à delegacia da cidade, onde foi autuado pelo Crime praticado contra a ordem econômica. A pena pode variar de um a cinco anos de detenção. Mas, o comerciante pagou uma fiança, prevista em lei, no valor de R$ 2 mil e vai responder ao processo em liberdade.

O depósito clandestino era responsável pelo abastecimento de mais de oito comércios em São Bento e a Polícia acredita que existam outros estabelecimentos ilegais na região, por isso, a operação vai se estender por todo o Sertão do Estado.

“Vamos continuar o trabalho de investigação e essa operação vai continuar por tempo indeterminado. Nosso objetivo é intensificar as operações no sentido de coibir a venda ilegal de gás butano, protegendo a sociedade, uma vez que o comércio irregular põe em risco a vida da população’, alertou a autoridade policial.